quarta-feira, 20 de abril de 2011

Criador do blog História Digital dá dicas de como o professor pode usar o blog como ferramenta de ensino



Dono de um blog de história com mais de 2.500 acessos diários, Michel Goulart, 32 anos, está sempre atrás de maneiras de inovar em sala de aula. Por meio do História Digital, por exemplo, ele estimula a troca de conteúdos e a interação entre alunos e professores e dissemina novas formas de aprender história.

O blog, criado em 2009, surgiu para complementar metodologias que ele utilizava na escola. Hoje, Goulart busca interagir suas ações pedagógicas à página na web. “Os alunos adoram! Creio que essas ferramentas fazem parte do cotidiano deles e, por isso, é excelente a receptividade. Eles dizem que é muito melhor estudar assim”, afirma o professor, que dá aulas nos ensinos fundamental e médio do Colégio Energia.

Além do blog História Digital, Goulart mantém outros sites na rede, sempre com temáticas que podem ser trabalhadas nas aulas de história.

Integração de conteúdos

Além de disponibilizar conteúdos próprios, o professor usa o blog para elencar outras iniciativas que considera relevantes na rede. A ideia é integrar esses conteúdos com a prática docente, transformando o blog em uma extensão do ambiente de aprendizagem escolar. Para criar uma página atraente, ele utiliza ferramentas diversas, como vídeos, podcasts, resumos, apresentações de slides e infográficos, além de outras ferramentas digitais. Na sua maioria, essas ferramentas estão disponíveis na web e são de uso gratuito.



Desafios das TICs em sala de aula

Falta de tempo, conhecimento técnico. De acordo com Goulart, existem várias dificuldades que um professor enfrenta ao incorporar as tecnologias digitais à prática docente. E, assim, as TICs acabam sendo utilizadas para reproduzir velhas metodologias.

Para o professor, não há fórmula pronta para se inovar com TICs na educação, mas nenhum retorno vem sem esforço. Goulart diz que colocou muita energia para a concretização do blog e que o esforço valeu a pena. O caminho que ele pretende seguir agora é estudar como as pessoas aprendem, aprimorando suas atividades docentes. "Todo professor que faz o seu trabalho com empolgação e alegria contagia seus alunos, por isso acredito no que eu faço", coloca.
Vai dizer que não ficou o máximo? ;)

Extraido de História Digital

Veja também!

Para ler outras entrevistas sobre o blog e seu autor, clique aqui
Este artigo pertence ao Prof_Michel. Plágio é crime e está previsto no artigo 184 do Código Penal.